9 dicas para o seu cão ficar bem sozinho em casa

Infelizmente, na maioria dos sítios para alugar, ainda não é permitido levar os animais de estimação para o trabalho. Como tal, os bichinhos passam longas horas sozinhos em casa. Uma situação que não é fácil para si nem para o seu cão.

Sabia que o seu animal não consegue perceber que a sua ausência é temporária, apesar de o fazer todos os dias? E isto é muito stressante para ele. A solidão e o stress podem mesmo desencadear uma crise em que os cães ficam “traumatizados como crianças abandonadas”, tal como referiu o investigador John Bradshaw, diretor do Instituto de Antrozoologia da Universidade de Bristol que estuda o comportamento de animais de estimação há 25 anos.

Esse stress e ansiedade pode desencadear uma série de comportamentos que naturalmente não desejamos que eles tenham, tais como ladrar incessantemente, necessidades fora do sítio, roer móveis, revirar lixo, lamberem-se incessantemente (provocando feridas), entre outros.

Provavelmente, o seu cão nunca vai apreciar a ideia de ficar sozinho, no entanto, com algumas dicas é possível reduzir significativamente o problema.

COMECE POR DEIXÁ-LO SOZINHO POUCO TEMPO
Experimente sair de casa por 5 minutos, voltar, sair por mais 15 ou 30 minutos, voltar de novo. Este pequeno treino ajuda o cão a compreender que você sai, mas volta, e com isso reduzir a ansiedade. Experimente também promover alguns períodos de silêncio e distanciamento durante o dia, para o cão se habituar e perceber que não há nenhum mal nisso.

NÃO DEIXE O SEU CÃO ASSOCIAR ISOLAMENTO A PUNIÇÃO
Uma vez que o seu cão ficará sozinho durante a sua ausência, ele não deve associar esse isolamento a algo mau ou punitivo. Pelo contrário, ao associar o isolamento a coisas boas, ou pelo menos a algo natural, ficará mais tranquilo.

FAÇA UM LONGO PASSEIO COM ELE DE MANHÃ
Se puder, exercitem os dois. É uma forma do animal gastar energia. Depois, vai passar uma parte do tempo em que você está fora a descansar.

DESVALORIZE A DESPEDIDA E O REGRESSO
Não diga adeus quando sai de casa nem faça (ou deixe fazer) uma grande festa quando regressa. A separação e o reencontro devem ser hábitos normais, não um acontecimento. Se der muita atenção imediatamente antes de sair, o cão pode associar essa atenção a algo mau (vai ficar sozinho). De igual modo, se der muita atenção assim que chega, vai aumentar a ansiedade do cão da próxima vez que sair, ansioso pelo seu regresso e pela atenção redobrada que recebe.

A separação e o reencontro devem ser hábitos normais, não um acontecimento

DEIXE COISAS PARA O SEU CÃO FAZER
Coloque alguns brinquedos pela casa antes de sair para que o cão tenha algo que fazer durante as horas que estiver sozinho. E assim já não lhe vai roer os móveis. Experimente esconder alguns brinquedos em sítios acessíveis para que o cão os possa descobrir, mas que o obrigue a procurar primeiro, estimulando-o física e mentalmente.

DEIXE A TV OU O RÁDIO LIGADOS
A televisão ligada, com o leve barulho de fundo dos programas, ajuda a combater a solidão. Escolha um canal ou um conjunto de programas calmos, como documentários da natureza ou música (já lhe dissemos anteriormente qual é o género musical favorito do seu cão). Em alternativa, um simples rádio ligado é melhor do que nada.

DEIXE UMA PEÇA DE ROUPA SUA POR PERTO
Algo que tenha o seu cheiro é o ideal para que o animal se sinta mais aconchegado.

A televisão ligada, com o leve barulho de fundo dos programas, ajuda a combater a solidão

DEIXE A COMIDA ESTRATEGICAMENTE COLOCADA
Espalhe por alguns cantos da casa uns bocadinhos de comida de forma a que o animal se sinta obrigado a procurá-la. Isso fará com que este seja incentivado a ter de procurar e perder algum tempo até encontrar.

SE PUDER TENHA OUTRO ANIMAL
Sabemos que dá mais trabalho, mas dois cães ou dois gatos juntos (ou até um cão e um gato em muitas situações) são ótimos companheiros um do outro. Claro que a decisão de adotar outro animal e aumentar a família deve ter em conta muitos fatores para além da solidão, mas não deixa de ser uma ideia a ponderar.

 

Via: flash

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *